Ebooks Grátis

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

ESTABELEÇA METAS...

Esta semana, um ex-aluno telefonou para mim para pedir uma ajuda. Queria saber como ele poderia ajudar um grupo de jovens que “tudo que começam, não terminam”. Ele disse que sabia que eu não era psicólogo, mas havia o ajudado, assim como outros alunos, com meus conselhos, casos e histórias.

Como auxiliá-lo já que ele se encontrava tão preocupado com o problema? Foi ai que me lembrei de uma história enviada há algum tempo por um velho e sábio amigo. Ela cairia como uma luva para que ele contasse para seu filho. Vamos a ela:


Pedro, um adolescente que vivia sendo disciplinado por seus pais por suas constantes “pisadas de bola”, foi conversar com o diretor de sua escola, e meio sem jeito perguntou:

– Professor, o que devo fazer para não cometer tantos erros? Tenho me esforçado, mas não estou conseguindo melhorar!

O mestre então pegou um copo, encheu-o de água e entregou-o a Pedro, e disse:

– Filho, ande com esse copo por todo o colégio, suba e desça todas as escadas, entre em todos os cantos e becos, nos jardins, e volte aqui sem derramar uma só gota dessa água.


– Ah professor, isso é impossível! – Respondeu Pedro.

– Pelo menos tente. Tenho certeza que vai conseguir – Disse o Mestre.

Pedro então saiu, devagar, com os olhos fixos no copo. Subiu e desceu escadas, entrou e saiu das salas, cantos e becos, e voltou sem ter derramado uma só gota de água.

O mestre então olha carinhosamente para Pedro, bate nos ombros e lhe diz: você não viu as garotas que passeavam pelo jardim no horário de aula? Não viu seus colegas matando aula para fumar e beber uma cervejinha?


– Não. Eu estava com os olhos fixos no copo – Respondeu Pedro.

O mestre então sorri, e diz:

– Quando você estabelece objetivos, metas para sua vida, e coloca seu foco neles, assim como fez com o copo, encontrará a força e a motivação necessárias para vencer os desafios e as dificuldades da vida.

Pense nisto e tenha uma ótima semana!

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

COMO VOCÊ TEM TRATADO O SEU CLIENTE INTERNO?

Prof.A.Marins
Inúmeros profissionais autônomos e mesmo empresas focam suas atividades no cliente externo, colocando o cliente interno em segundo plano, até mesmo ignorando-o totalmente. Mas se assim proceder é quase impossível alcançar seus objetivos. É fundamental “cuidar” do seu cliente interno (funcionários, colaboradores, associados ou o nome que se dê à sua equipe de trabalho).

O cliente interno é a peça mais importante em qualquer processo de vendas. Ele é um poderoso aliado que pode não só aumentar suas vendas, como ajuda-lo a progredir continuamente em sua carreira.


Outro dia, observando o trabalho de uma promotora da DeMillus, Jurema Cordeiro, vi a atenção, tempo e dedicação que ela dedica a sua equipe. Ela de forma simples e eficaz, muitas vezes usando técnicas que aprendeu ou de forma
quase intuitiva, motiva e orienta toda sua equipe.

Ela consegue atingir pontos-chaves, que tomo a liberdade de listar baseados na minha experiência de muitos anos como consultor de melhoria de negócios. São eles:

Conheça e ouça a voz do seu cliente interno

Jurema Cordeiro
Uma das piores coisas é ser reconhecido por um número numa relação. Pessoas conversam com pessoas. Conheça suas necessidades, desejos e expectativas. Conheça o que e como vem realizando. Crie uma sinergia entre seu processo de vendas e, muito mais importante, descubra como pode ajudar. Ajudar as pessoas faz bem aos negócios e a alma!

Mantenha o cliente interno informado e atualizado

Uma das piores formas de se receber informações é através da “rádio tamanco”, ou outro nome que se dê. Para evitar ruídos na comunicação, mantenha o seu cliente interno a par de como andam suas vendas e se houver algum problema, ponha-se ao dispor para ajuda-lo.


Reconheça e recompense a sua equipe

É no aspecto positivo que a Qualidade está interessada, tanto que dois princípios motivacionais da Gestão da Qualidade são derivados da Teoria do Reforço, a saber:

  • Reconhecer ou recompensar imediatamente após o comportamento, sempre que possível;

  • Colaboradores têm suas próprias histórias anteriores de reforço que ditam no presente suas preferências por certos tipos de recompensas.
Os líderes, portanto, desempenham papel de importância nesse processo. Eles devem utilizar um grande número de reforços, tais como: melhoria no ambiente de trabalho, aumento de responsabilidades, dinheiro, apreciação por desempenhos acima do esperado, etc. Tudo isto é dar chance do colaborador se sentir orgulhoso daquilo que faz.

Use o conhecimento do cliente interno

Todas as pessoas são especialistas em algo. Por que não usar este talento para melhorar suas vendas, suas apresentações, argumentos e lidar com objeções? Aprendizagem é o processo pelo qual as competências, habilidades, conhecimentos, comportamento ou valores são adquiridos ou modificados. Hoje, a aprendizagem é compartilhada: eu aprendo com meu colega, assim como ele aprenderá algo comigo...


Compartilhe erros, enganos e omissões

Uma vez abri uma palestra dizendo que existem três palavrinhas mágicas que transformam um ambiente: por favor, muito obrigado e desculpe. Ninguém é dono da verdade. Às vezes acertamos e (espero que não), muitas vezes erramos. Isto vale nos negócios, na família e com os amigos. Compartilhe seus erros, enganos e omissões com a equipe e não se esqueça de comemorar muito, as vitórias!

Muito obrigado Jurema, pela oportunidade de aprender junto com você!


Pense nisto e tenha uma ótima semana!

domingo, 1 de outubro de 2017

A FORÇA DA EQUIPE

Você se considera um bom membro de equipe?

Na história da Humanidade, nunca se enfatizou tanto a importância do trabalho em equipe como nos dias atuais.

A prática tem comprovado que o trabalho em equipe funciona. Não é outra a razão que leva um empresário a investir em cursos de burilamento para consolidar equipes eficientes e bem preparadas.


Todavia, para que haja um bom resultado no trabalho de equipe, é preciso mudanças na intimidade do indivíduo que a compõe, de modo a melhorar a sua atuação, já que a equipe é o resultado da soma das características de cada um dos seus membros.

Assim sendo, cabe a cada criatura, a busca do aperfeiçoamento individual, investindo em si mesmo para que possa ser um elemento útil no conjunto.


Há algum tempo, valorizava-se muito a competência específica de cada um em particular, sem atentar para sua atuação dentro da equipe.

Hoje em dia, entretanto, não basta ser um membro eficaz, é preciso ser um membro eficaz dentro da equipe. Em outras palavras, é preciso que se leve em conta os objetivos comuns do conjunto.


Um jogador de basquete, por exemplo, pode ser muito bom nas jogadas individuais, mas, se não joga bem com o time, certamente o técnico escolherá outro menos eficiente que saiba dividir o jogo com o resto da equipe.

Assim, cada indivíduo é uma engrenagem inteligente dentro do conjunto de realizações. Cada qual é peça importante para que se atinjam os objetivos estabelecidos pela equipe.


Na construção de um edifício, todos têm que executar a sua parcela com muita responsabilidade e competência para que não resultem danos à obra.

Desde o engenheiro, o arquiteto, o mestre de obras e o mais humilde pedreiro são importantes para se atingir um bom resultado no final da construção.

Um tijolo mal colocado, uma viga malfeita, a massa mal preparada, um pequeno buraco deixado por descuido, podem ocasionar, ao longo do tempo, o desmoronamento do edifício.


A vida em sociedade é Lei Divina. É por essa razão que até os animais buscam agregar-se para atingir os objetivos de sobrevivência. Geralmente, caçam em bandos, voam em bandos, organizam verdadeiras colônias, onde cada um exerce função específica dentro das necessidades comuns.

Em uma de suas parábolas Jesus,  falou do feixe de varas.

Um feixe de varas é uma equipe coesa e homogênea. O que não quer dizer varas idênticas, mas unidas entre si.

As varas possuem suas características individuais, e, ajustadas umas às outras tornam o feixe tão resistente que ninguém as pode quebrar. E se uma delas é retirada, todo o conjunto se desequilibra.

Se você quer realmente crescer, é preciso permitir que outros cresçam com você para lhe dar sustentação.

Quando uma pessoa cai, muitos caem com ela. Mas quando alguém se levanta muitos se levantam também.

Pense nisto e tenha uma ótima semana!


Fonte: Redação do Momento Espírita - Disponível no livro Momento Espírita, v. 1, ed. Fep.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...